sábado, 13 de março de 2010

Quantas foram as vezes que me viste chorar e nada fizeste? Quantas foram as vezes em que só pensaste em ti e deixaste-me para trás? Quantas foram as vezes que me abraçaste sem eu ter de pedi-lo? Quantas vezes me perguntaste se estava bem quando muita coisa se passava? Quantas foram as vezes em que fizemos e depois esquecias-me? Quantas foram as vezes em que em ti depositei tudo e em troca nada recebi?
Pois, falta-me atitude!
Tu não mereces nada, nada. Foste uma ilusão e não passas disso.

3 comentários:

  1. há gente que quer tudo e que depois não tem nada e nos que vivemos a ilusão vivemos, sentimos-la e tiramos algum proveito dela,crescemos com as lagrimas etc,quem nos ilude te garanto que fica com pouco,logo não tirou proveito de nada.
    beijoo ná*

    ResponderEliminar
  2. o texto está mesmo lindo Náná.
    as pessoas hoje em dia são assim , nada.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.