sábado, 26 de junho de 2010

Muita pedalada.

00:34h (pi-pi-pi, é extrava)
- Onde andas meu? Vamos sair, não me apetece estar em casa, anda-me buscar!
Passado meia-hora, "I'm back again..." (era o telemóvel a tocar)
- Desce, estou à porta de tua casa.
Entro no carro e aumento o volume da música, ponho o cinto e puxo dum cigarro, abro o vidro e começo a fumar.
- Preciso de um café, estou a secar.


Tem sido assim.
Sair sem destino e sem hora para chegar.
É aproveitar o que a vida nos dá,
Fazer mais e melhor
Sem reclamar.
Vamos até Leça
Vamos até Matosas
Ou não, hoje ficamos por cá
Quero ir ver o mar
Quero caminhar,
Estaciona ali o carro
Acho que vi um lugar.
Estou a sentir o feeling
Estou a gostar de estar contigo
Beija-me,
Não perguntes pelo destino.
Hoje estamos juntos,
O amanhã não sabemos
Baseio-me no que sabes,
E não no que queremos!
Quero ir à lua mais vezes
Fazes-me sentir alguém,
Sem barulho
Aqui até se está bem.
Chega, não quero compromissos
Quando quiser,
Eu volto a estar contigo
Tranquilo, não penses nisso
Deixa acontecer, deixa fluir
Vais ver que assim,
Vais conseguir resistir.




É disto que vivo. Obrigado *

1 comentário:

  1. espero que estejas a ter umas férias óptimas, mereces :p
    és grande :)

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.